Dieta Ortomolecular

A dieta ortomolecular visa a restauração e manutenção da saúde do organismo através da administração de suplementos de vitaminas e minerais. Estes estão normalmente presentes no nosso organismo e da restrição na alimentação do consumo de produtos industrializados.

Muitos processos de envelhecimento do organismo assim como alguns problemas de saúde, resultam da exposição das nossas células a radicais livres e compostos tóxicos. Estes advém dos produtos alimentares altamente industrializados que ingerimos na nossa dieta. Assim, a medicina ortomolecular e mais especificamente a dieta ortomolecular surge como uma resposta para reverter estes processos.

Como fazer a dieta ortomolecular

Uma das grandes vantagens desta dieta é que é específica para cada indivíduo. Sendo as doses dos suplementos dependentes das carências nutricionais de cada indivíduo. Deste modo, esta dieta não deve ser iniciada sem a supervisão de um médico e devem ser realizados exames bioquímicos de modo a concluir quais os nutrientes em falta para que sejam administrados nas concentrações adequadas através de suplementos.

dieta-molecular

Os suplementos administrados são geralmente de: Vitamina E e C, Vitaminas do complexo B, coenzima Q10 e ácido gama linoleico (que atuam como antioxidantes no organismo); aminoácidos não essenciais como a L-carnitina (conversão de massa gorda em massa magra com concomitante produção de energia). L-arginina (atua ao nível da circulação sanguínea). L-glutamina (actua ao nível da memória cerebral, manutenção de pH no organismo, síntese muscular, anti-inflamatório). Ainda alguns minerais como o crómio (regula níveis de açúcar e de lípidos no sangue).

Desta forma, esta dieta consiste em melhorar a saúde a todos os níveis, podendo ser inclusive seguida com o objectivo de perder peso. Muitos utilizam-na com o fim de retardar o envelhecimento da pele, fortalecer cabelo e unhas. Ou simplesmente para melhorar fatores internos no organismo (como transito intestinal, processos inflamatórios, problemas de memória), que resultam do envelhecimento celular.

Corte as Carnes Vermelhas e os Fritos da sua Alimentação

Para além da toma de suplementos existem algumas alterações nos hábitos alimentares que devem ser seguidas. Para não aumentar a toxicidade no seu organismo deve assegurar na sua alimentação o corte no consumo de carnes vermelhas, gorduras hidrogenadas como a margarina, bolos e chocolates industriais, farinha branca, temperos e molhos feitos, álcool, alimentos fritos e leite de vaca. Estes produtos devem ser substituídos por alimentos orgânicos. Alimentos que não tenham sofrido grandes processos de industrialização como as carnes brancas e peixe; farinha, massa e arroz integral; verduras e frutas sem fertilizantes.

conheça a dieta ortomolecular

É importante que mantenha um grande e variado numero de refeições diárias, de formar a garantir todos os nutrientes através da sua dieta. Tente não criar monotonia nas refeições, pode cozinhar sopas, saladas variadas, peixe e carne branca confeccionados das mais variadas formas. Sinta-se saudável e feliz na sua dieta!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*